segunda-feira, 3 de julho de 2017


Dix-sept Rosado poderá perder Fórum Eleitoral



O município de Governador Dix-sept Rosado poderá perder o Fórum Eleitoral, ainda em 2017. É o que aponta rezoneamento proposto pelo Grupo de Estudo do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), designado para adotar mudanças no funcionamento de zonas eleitorais.

De acordo com a proposta do grupo de estudo, a zona eleitoral de Governador Dix-sept Rosado vai se juntar à do município de Upanema, e o rezoneamento vai repercutir já nas eleições de 2018.

E, claro, vai causar impacto na vida das pessoas que precisarem de qualquer serviço do Fórum Eleitoral. Quem for requerer o título de eleitor vai ter que se deslocar a Mossoró, onde deverá funcionar esse e outros serviços, havendo mesmo o remanejamento da zona eleitoral de Dix-sept Rosado.

Na prática, qualquer dix-septiense que precisar de uma certidão, por exemplo, terá novas despesas. Vai, pelo menos, pagar passagem e lanche. E, a toda hora, alguém está precisando de uma certidão do Fórum Eleitoral. A certidão é necessária pra quem vai requerer aposentadoria, participar de um concurso, vestibular ou assumir um emprego.

Se forem confirmadas as mudanças, segundo a proposta do TRE, a nova zona vai funcionar em Mossoró, no espaço físico onde estão instaladas a 33ª zona, 34ª e 58ª.

Enquanto isso, a sede onde atualmente funciona o Fórum Eleitoral de Governador Dix-sept Rosado deverá ficar com as portas fechadas.  A sede própria do Fórum de Dix-sept Rosado tem área construída superior a 200 m², encravada em terreno de 600², e foi inaugurada em junho de 2014. À época, obra custou em torno de R$ 330.000,00. 

A inauguração do Fórum Eleitoral de Governador Dix-sept Rosado, cuja sede pode ser fechada, ocorreu no dia 6 de junho de 2014, quando o TRE era presidido pelo desembargador Amílcar Maia. Naquele ano, o juiz da 57ª Zona Eleitoral (que está para ser remanejada) era Claudio Mendes Júnior. Na direção do Fórum estava a bacharela Andréa Carla Guedes Toscano Campos.

O Grupo de Estudo do TRE apresentou no plenário do Tribunal, na terça-feira, dia 27, a proposta inicial que prevê a extinção e remanejamento de zonas eleitorais, como é o caso de Dix-sept Rosado.  De acordo com o site do TRE (www.tre-rn.jus.br), a apresentação ficou a cargo da chefe da 67ª Zona Eleitoral (Nísia Floresta), Jussara Góes, e do chefe da 65ª ZE (Pau dos Ferros), João Chaves.

Acompanharam a apresentação o presidente do TRE-RN, Desembargador Dilermando Mota, o vice-presidente e Corregedor eleitoral, Desembargador Ibanez Monteiro, o Juiz membro da corte André Luis de Medeiros Pereira, e a Diretora geral do Regional potiguar, Andréa Campos. Chefes de cartórios integrantes do grupo de estudo responsável pela proposta de rezoneamento potiguar também compareceram. 

As sugestões de manutenção, extinção e o remanejamento de zonas eleitorais potiguares, conforme o TRE, atendem exigências do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

(informações do site do TRE-RN - www.tre-rn.jus.br)
Familiares e amigos
 se despedem 
do servidor público 
Cleuton Moura




Familiares e amigos de Mossoró e de outras cidades se despediram, no último domingo, 2 de julho, do auditor fiscal Cleuton Moura, que faleceu no último sábado, dia 1º. 

O sepultamento de Cleuton ocorreu por volta das 11 horas, no Cemitério Novo de Mossoró. 

Cleuton era casado com a professora Liduína Moura e tinha dois filhos: Camilo e Caiubi. 

Conceituado servidor público da área tributária do Rio Grande do Norte, Cleuton tinham um amplo círculo de amizades.

A causa da morte teria sido uma possível infecção, mas a família aguardava um laudo conclusivo da parte dos médicos que trataram de Cleuton Moura. 

quinta-feira, 15 de junho de 2017


Prazo para pagamento
 da cota única ou da 1ª parcela 
do IPTU 2017 em Mossoró 
termina nesta sexta-feira, 16

O contribuinte que deseja efetuar o pagamento da primeira parcela e da cota única com 30% de desconto no IPTU deve estar atento já que o prazo termina na sexta (16). A informação é da Secretaria da Fazenda, da Prefeitura de Mossoró. 
O período de pagamento com valor reduzido havia sido prorrogado em função da greve dos Correios, que provocou o atraso na entrega dos boletos. Quem quitar o valor do imposto até dia 16 em conta única terá 30% de desconto e 10% para pagamento em até oito parcelas.
O boleto pode ser emitido através do Portal do Contribuinte em www.prefeiturademossoro.com.br em um link específico. O contribuinte pode ainda procurar a Secretaria da Fazenda, que fica localizada na Avenida Alberto Maranhão, Centro, das 7h às 16h.
Dúvidas também podem ser esclarecidas através dos telefones: 3315-4912, 3315-4906 ou 3315-4893. Por WhatsApp, o Plantão Fiscal pode ser acessado através do 98849-4027.

Fonte: www.prefeiturademossoro.com.br/blog/fazenda/5049

domingo, 7 de maio de 2017

Artista de rua



Eles se apresentam em diferentes pontos do espaço urbano. São os malabaristas, que fazem "show" à parte, nas avenidas de Mossoró, em cruzamentos onde há semáforos. 

O curto tempo em que o sinal de trânsito permanece fechado é o suficiente para que rapazes e moças realizem seu espetáculo. É a oportunidade para, nas ruas, conseguirem algum dinheiro de quem trafega nas vias mais movimentadas da cidade.

Tem-se a ideia de que esses artistas são pessoas desapegadas a bens materiais e apaixonadas pelo que fazem. 

Cheios de graça e energia, sorridentes, passam a impressão de que são felizes, mesmo vivendo com renda limitada e pouco reconhecimento. 


sábado, 29 de abril de 2017

Povo nas ruas
contra reformas


A sexta-feira, dia 28 de abril, em Mossoró, também foi marcada por Greve Geral contra as reformas da trabalhistas e da Previdência. 


A sexta-feira, dia 28 de abril, em Mossoró, também foi marcada por Greve Geral contra as reformas da trabalhistas e da Previdência. 

Trabalhadores ganharam as ruas da cidade e protestaram contra a retirada de direitos proposta pelo governo do presidente Michel Temer e apoiada até agora pela maioria dos deputados e senadores. 

Na reforma trabalhista, entre outros pontos, o governo subtrai direitos dos trabalhadores e os deixa à mercê da "livre" negociação com os patrões, sem o equilíbrio da Justiça. 

Já no que se refere à Previdência, a proposta que prevê 49 anos de contribuição, na prática, decreta o fim da aposentadoria. 



Cantor e compositor Nilson Viana


Modelo Jyoconda Rocha (azul), no meio da manifestação

terça-feira, 18 de abril de 2017

Rodriguinho voa alto no Corinthians


O meia Rodriguinho continua em alta no Corinthians Paulista e tem o nome destacado em todos os programas esportivos da televisão, principalmente depois da vitória do Timão, no último domingo (16 de abril), por 2 a 0, sobre o São Paulo. Naquele jogo, Rodriguinho fez uma bela assistência para o atacante Jô marcar e, depois, fechou o placar com um chute de fora da área.

Na chegada ao Corinthians, o jogador era desacreditado pela torcida e a crônica especializada no futebol. Mas, aos poucos, o atleta cresceu, principalmente quando comandado pelo técnico Tite, hoje na Seleção Brasileira.

Desarmes, assistências e gols marcados por Rodriguinho o elevaram da condição de coadjuvante para protagonista.

Ao comentar na Fox Sports, o ex-jogador Edmundo reconheceu a ascensão de Rodriguinho e a condição de um dos principais jogadores do clube paulista. Na TV ESPN, apresentadores e comentaristas têm sido unânimes em afirmar que o meia surpreendeu a todos e vem apresentando futebol de qualidade.

Rodriguinho foi revelado pelo ABC, de Natal, jogou em times como o Bragantino (Bragança Paulista-SP), América-MG, Corinthians, Al-Sharjah (Emirados Árabes) e Grêmio. Quando teve o nome lembrado pelo Flamengo (Rio) e pelo futebol turco, o Corinthians valorizou o atleta e renovou seu contrato até 2019. 

Um bom futebol de Rodriguinho já rendeu uma convocação para a Seleção Brasileira, pelo técnico Tite, no jogo beneficente contra a Colômbia, no dia 25 de janeiro. 


Veja uma das publicações do blog Sobre Rodriguinho

Segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Corinthians contrata Rodriguinho?


Rodriguinho, aos 18 anos, no ABC

Corinthians contrata meia Rodriguinho, 
destaque do América-MG

Talentoso meia do América mineiro tem raízes em Governador Dix-sept Rosado
O Corinthians reforçou o elenco nesta segunda-feira. O novo contratado é o meia Rodriguinho, 25 anos, destaque do América-MG na Série B do Campeonato Brasileiro, anuncia o MSN Esportes, nesta segunda-feira.

Desde 2011, no América de Minas, Rodriguinho teve anunciada sua ida para o Catar Jaish SC, mas agora o Corinthians negocia a contratação, que ainda não está fechada. Ele jogou no Bragantino-SP (2010-2011) e, antes, no ABC (2007-2009).

Rodrigo Eduardo Costa Marinho nasceu em natal, no dia 27 de março de 1988. Jogador habilidoso, atua com desenvoltura como meia ofensivo e atacante/ponta esquerda. O pé preferencial é o direito, mas chuta bem com a perna esquerda. Tem 1,77 m e pesa 68 quilos.

É filho da dix-septiense Salete Marinho, residente em Natal.

sábado, 25 de março de 2017

Reforma proposta pelo governo 
pode significar o fim da aposentadoria

O ponto de maior impacto na proposta da Reforma da Previdência é a que se refere ao tempo de contribuição. De acordo com a proposta do governo Temer, o trabalhador terá que contribuir durante 49 anos para poder se aposentar. 

Na hipótese mais otimista, se uma pessoa entrar no mercado de trabalho, aos 21 anos, vai se aposentar aos 70 anos de idade. Se houver uma interrupção nas contribuições, vai se aposentar ainda mais idoso. 

Isso, se viver até lá. 

E ainda tem outros aspectos. 

Alguns, mesmo se estiverem vivos, poderão não ter saúde para continuar trabalhando. Outros, embora possam ter vigor, dificilmente terão espaço, porque o mercado vai dar prioridade aos mais jovens. 

Se os deputados e senadores aprovarem a reforma, como o governo quer, será o fim da Previdência ou da aposentadoria do trabalhador. 

sexta-feira, 24 de março de 2017



Do papel à blogosfera
A palavra como semente em terra fértil

Ao navegar na Internet, na quarta-feira, li que 20 de março é o Dia do Blogueiro. Mas não encontrei nada que confirmasse a informação. Para mim, todo dia é dia para quem escreve. Blogueiro. Confesso, não gosto da palavra.
Parece-me, não estou só. O jornalista Alberto Dines contesta o termo. Em relação à jornalista cubana Yoani Sanchez, Dines escreveu: “Yoani não é blogueira. Blog não é ofício, nem status profissional, é formato de veículo. Ninguém diz ‘fulano é revisteiro’, diz ‘fulano é jornalista’ porque hoje pode estar num semanário e, amanhã, à frente de um vistoso blog”.
Mas, isso pouco importa. Gosto do exercício da escrita, que me dá satisfação, embora, muitas vezes, essa prática seja tão penosa como a labuta de quem quebra pedras. Falta-me a facilidade dos grandes escritores, no manejo da palavra. No seu afã e habilidade, o texto desses homens e mulheres flui como as águas de um rio.  
Apesar da limitação de quem não teve tanto acesso aos livros na infância, havia a sede da palavra (meu material escolar se resumia a um pequeno caderno e lápis grafite, com uma borracha na cabeça, em um saco plástico transparente). Mesmo sendo muito tímido, sempre arrisquei quando a professora primária mandava fazer uma composição, nome da redação, naquela época.
As primeiras letras na escola estimularam a pretensão. Decidimos criar um “jornal”. Assim, nasceu “O Beija-Flor”, de apenas uma página, manuscrita, que passava pelas mãos de uns cinco colegas em sala de aula. Depois, passamos a colaborar com jornais. Aumentava, digamos, a interação. A resposta de alguns “leitores”, poderosos, que se sentiam contrariados, não era exatamente o que se poderia chamar de pacífica.  
Eis que chegamos à era tecnológica, com os blogs. Um novo suporte para a escrita, com múltiplas possibilidades de disseminação de conteúdo. Texto, fotografia, áudio e vídeo num mesmo espaço. A convergência das mídias. A notícia e a opinião. O comentário do leitor, por vezes agressivo e tingido pelas cores que revelam a paixão e a preferência político-partidária, é combustível para a resposta à altura, com respaldo nos fatos e nos argumentos.
A condição de moderador, no entanto, inibe o impulso contra o desaforo. Mostra que a lâmina que corta pra lá, também dilacera pra cá. Pela falta desse controle, muita gente já não vive. Um mínimo de razão vence a emoção. Então, melhor seguir o conselho bíblico e optar pela palavra que abranda o furor e, como uma espécie de bálsamo, trata as feridas à flor da pele.
Fascina-me na blogosfera, quando seu potencial de hiperlink desfaz fronteiras e aproxima pessoas, remetendo à sabedoria do poeta Vinícius de Moraes. “A vida é a arte do encontro, embora haja tantos desencontros pela vida”. Com os olhos da fé, listo dois fatos, como providência divina, em que o blog se constituiu em mero instrumento.  
Uma norte-rio-grandense de Ipanguaçú, residente no Rio de Janeiro, encontrou o blog via sistema de busca do Google e, através dele, a madrinha, em cuja casa, há 30 anos, morou. Também após 30 anos, um jovem capixaba conheceu o pai que o deixara, com sua mãe, quando tinha 12 anos.
Do suporte de papel à impressão virtual, são muitos anos. Escrevo como quem busca no lugar distante a pessoa amada. Uma palavra atrás da outra. Persisto como o agricultor que lança a semente em terra fértil e vislumbra o trigo que será pão para saciar a fome da criança. 
Navego nesse ciberespaço e corro atrás da oportunidade para a construção/desconstrução, a afirmação e o contraditório do dito e do não-escrito. Esforço-me para conceber a interação como alma e essência da blogosfera. Tenho esperança de que, qualquer dia, as palavras reunidas aqui caiam nos corações das pessoas, como sementes numa terra boa e produzam bons frutos.

(Republicação de post de 9 de abril de 2013)

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017


Rio Mossoró precisa de cuidado permanente

Pelo menos em período de chuvas, o rio Apodi-Mossoró, de alguma forma, mesmo que raramente, entra nas discussões e no noticiário local e regional. Seja pela possibilidade de receber águas novas em seu leito ou em virtude de sua degradação. E ainda pelos efeitos de suas águas na vida de moradores de determinada área da cidade. Embora tudo possa cair no esquecimento, logo cessem as chuvas, tão escassas por aqui.

Os moradores de áreas ribeirinhas, como o Bairro Ilha de Santa Luzia, cortado por dois braços do rio Mossoró, conhecem bem essa realidade. Em especial os da Benício Filho e Manoel Antônio (Alto São Manoel), que há 30 anos esperam a construção de uma ponte ligando as duas ruas, bem como aguardam a despoluição do rio. 

No que se refere à construção da pequena ponte, no final de seu mandato, em dezembro do ano passado, o então prefeito Francisco José da Silveira Júnior fez surgir um fio de esperança. A gestão de Silveira iniciou a construção das colunas de sustentação da sonhada ponte. 

Tão ou mais necessária que a construção da ponte para os moradores é a limpeza dos dois canais do rio que cortam a "Ilha" de Santa Luzia. Com as recentes chuvas registradas na região, os moradores do bairro temem a repetição de enchentes, drama vivido outras vezes, em passado recente. 

Os dois braços ou canais, que constituem a chamada tricotomização do rio Mossoró, foram construídos com o objetivo de evitar ou minimizar os efeitos das enchentes naquela comunidade. 

Mas, a obra realizada numa das administrações do saudoso prefeito Dix-huit Rosado precisa ter continuidade em outras gestões públicas. O rio Mossoró precisa de cuidado constante e não deve figurar nas discussões apenas no período das chuvas. 


                             Morre Emídio Bezerra de Oliveira, Bido                             


Faleceu no domingo 26 de fevereiro, em Mossoró, Emídio Bezerra de Moura. Ele era proprietário de uma antiga fábrica de mosaico (tipo de piso cerâmico) localizada na Avenida Rio Branco, nas proximidades do Teatro Municipal Dix-huit Rosado. 

Familiares e amigos estiveram velando o corpo de Bido, como era conhecido, no centro de velório, em frente ao Tiro de Guerra 07010, na Rua Melo Franco, em Mossoró. O sepultamento ocorreu às 16:30 horas, no cemitério São Sebastião, naquela cidade.

Emídio tinha família no sítio Lagoa de Paus, em Governador Dix-sept Rosado, como o ex-vereador José Emídio de Oliveira. 

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Iniciativa de pequenos produtores 
faz ressurgir cultura de alho




A iniciativa de pequenos produtores rurais pode significar importante passo para o ressurgimento da cultura do alho, considerada nos anos 70 uma das atividades de sustentação da economia de Governador Dix-sept Rosado. 

Agricultores familiares das localidades de Gangorrinha e Serrote obtiveram bons resultados na produção de alho do tipo branco mineiro, em pequena escala, através agricultura irrigada. 

A disposição dos produtores precisa do respaldo de políticas pública de apoio a iniciativa, para que venha melhor o resultado dos esforços empreendidos.

No passado, a exploração da cultura do alho se desenvolvia no leito do Rio Apodi-Mossoró. Porém, o surgimento de pragas e viroses terminaram por prejudicar qualidade e reduzir o nível  da produção local, representando quase extinção da tradicional produção.